CONTATO
Segunda a Sexta: Das 8h às 20h
Sábados: Das 8h às 12h
agendamento@clinicaecare.com.br
11 5080.8908

O que é epilepsia?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 50 milhões de pessoas no mundo sofrem de epilepsia. Quase 80% dos casos registrados estão em países de baixa e média renda, sendo que três quartos das pessoas que vivem nestas localidades não recebem tratamento adequado para a doença.

A epilepsia é uma alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro, que não tenha sido causada por febre, drogas ou distúrbios metabólicos. Na crise parcial simples, os indivíduos apresentam distorções na percepção e movimentos descontrolados de uma parte do corpo.

Se houver perda de consciência, a crise é chamada de parcial complexa, porque o indivíduo apresenta déficits de memória enquanto se recupera. Nas crises tônicos-clônicas, há perda de consciência e desmaio, causando rigidez no corpo e contrações nas extremidades.

Crises de epilepsia que duram mais de 30 minutos podem prejudicar as funções cerebrais. É preciso ficar alerta!

As crises epiléticas podem ser causadas por traumatismo craniano, doenças como meningite ou neurológicas, infecções ou maus hábitos de vida como excesso de álcool e drogas e privação do sono. A epilepsia pode acontecer também por predisposição genética, traumas durante ou depois do parto ou acidente vascular cerebral.

 

Sintomas

– Convulsões recorrentes que podem envolver uma parte ou todo o corpo, alguns deles com perda de consciência e do controle da bexiga ou do intestino. As crises são resultados de descargas elétricas excessivas nas células cerebrais que comprometem algumas funções.

– Podem variar desde breves lapsos de atenção e espasmos musculares até episódios prolongados e severos, mas depende de qual parte do cérebro foi afetada.

 

Você sabe como ajudar alguém com crise de epilepsia?

– Retire objetos que estejam próximos da vítima;

– Não segure braços ou pernas;

– Não coloque nada na boca da vítima. Qualquer objeto ou até mesmo o dedo pode causar ferimentos profundos na gengiva;

– Após a crise, deixe a vítima deitada em local confortável;

– Encaminhar a vítima para atendimento médico o quanto antes possível.

– Durma pelo menos 8 horas por noite;

– Consuma bebidas alcoólicas com moderação;

– Não tome medicamentos sem orientação médica

 

 

 

Fonte: http://epilepsia.org.br/o-que-e-epilepsia/